Quarta-feira (poema)

A semana caminha,
Sem que ao menos se espere, o fim de semana se avizinha,
As pessoas já se programam para bater uma bolinha,
Outros para pescar, quem sabe, uma tainha.

 

Dois dias já  voaram, como voa a andorinha,
E dois dias virão, como no mar aparecerá outra ondinha,
Ninguém acredita que mesmo pensando em picuinha,
O universo funciona perfeito, assim bem joinha.

 

A quarta-feira dispensa apresentação,
É dia de lembrar do regime de segunda e das promessas de montão,
Pois bate uma dúvida se a elas se deve ou não dar atenção,
Ou, por fim, arrumar outras promessas que lhe deem melhor condição.

 

Anúncios

3 comentários em “Quarta-feira (poema)”

  1. Quarta-feira para mim é dia de trabalhar no TCC, pois se não o fizer eu vou ficar é de DP.
    Brincadeira a parte, gostei muito de suas publicações.
    Parabéns.

Muito obrigado pela sua leitura.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s